José de Freitas - PI, quinta-feira, 20 de setembro de 2018

Agentes de Delegacia são presos em operação de combate a corrupção e tráfico de drogas

Terça-feira, 5 de setembro de 2017 by Rubens Rocha

Seis pessoas foram presas até agora, entre elas, dois agentes públicos que trabalhavam na Delegacia de Barras (a 119 km de Teresina), durante cumprimento de mandados de prisões da Operação Malum, desencadeada pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (Depre), Delegacia Regional de Piripiri, Diretoria de Inteligência.

O agente administrativo da Prefeitura de Barras, identificado como Francisco Medeiros de Oliveira Junior e o policial civil Júlio César de Macedo Melo, ambos lotados na Delegacia do município, estão entre os presos e são suspeitos de crimes de tráfico de drogas, corrupção ativa, passiva e associação criminosa na região norte do Piauí. Além deles, mais quatro pessoas foram presas em Barras e Piripiri.

De acordo com o delegado geral, Riedel Batista, ainda não se sabe se os dois trabalhavam para crimes juntos, mas já foi detectado que atuavam no trafico de drogas e em conduta criminosa que estava sendo feito dentro da delegacia.

“A investigação iniciou com a suspeita da conduta de um policial dentro da delegacia de Barras passando informações sigilosas para outras pessoas e com isso recebia alguma gratificação pecuniária na região e se alargou em relação ao agente administrativo que foi comprovada a subtração de drogas de dentro da delegacia e essa droga estava sendo repassada para pessoas em Barras e Piripiri e estava sendo comercializada nessas regiões. O inquérito policial vai esclarecer se existia uma relação entre o policial civil e o agente administrativo. Essa investigação está sob o comando do Greco”, explicou Riedel Batista.

Também foram presos Mardônio Silva de Paula e Maísa Silva de Paula, além de Jocivania Meneses da Silva e Jocielton Meneses da Silva. Também foram cumpridos mandados de busca e apreensão em Piripiri, Barras, Piracuruca e Teresina.

Outro crime que está sendo investigado é a subtração de uma arma dentro da Delegacia de Barras, que fazia parte do inquérito sobre o assassinato de um advogado na cidade.

A operação Malum aconteceu em parceria com a promotoria de Justiça de Barras, Silas Sereno Lopes, e dos juízes das comarcas de Barras e Piripiri Thiago Coutinho e João Bandeira, respectivamente.

A operação contou com apoio de mais de 150 policiais civis do Greco, Depre, Corregedoria de Polícia Civil, Diretoria de Inteligência da SSP-PI, Gerência de Polícia do Interior, Delegacias de José de Freitas, Altos, Piripiri, Piracuruca, Pedro II, Campo Maior, Castelo do Piauí, Barras, Batalha, Esperantina, Luzilândia e 8º DP, além da COPAER e CANIL DA PM-PI.

O delegado Geral Riedel Batista e os coordenadores do Greco e Depre receberão a imprensa às 11h na sede da Delegacia Geral de Polícia Civil para fornecer maiores detalhes da Operação.

 

 

fonte: cidadeverde.com